COMIDA PRA HISTÓRIA


Numa quinta-feira 13/06/2013
Várias cidades do Brasil
Prepararam pratos cheios pra história.
Teve muita gente que comeu amando ou odiando.
Tinha pratos com cheiro e sabor de pólvora
Pratos que eram atirados e propagavam gás lacrimogênio
Pratos que produziam caganeira pelo defeito moral que espalhavam
Pratos que vinham armados aos mandos de cassetetes
Amparada pelos escudos balísticos da polícia.
Eram pratos servidos a quem brigavam pra se alimentar
Das coisas que o país produz
Arremessados de botinas
De boca de fuzis que disparam ervas daninha
Que não chegam com prazer a nossa boca.
Eram Pratos servidos por garçons vestidos de cinza
Paramentados de cinturão carregando arma pesada.
As máscaras refletiam o amor pela comida a uns
Ódios a outros.
Nessa briga de gato e rato
Com tempero Spray sabor de pimenta
Quem seu deu bem e se alimentou muito
Quem se fartou pra valer até o cu estourar
Foi à panela da mídia
Que estava fervendo em fogo brando
Cozinhando em banho Maria
Esperando pra que lado ir
Levando sua colher pra pegar o melhor pedaço
Das carnes das pessoas ensanguentadas e abatidas.
Zé Sarmento