Anjos de Trigueiro vão contra os clichês


Acho escandaloso que um escritor como Carlos Trigueiro seja pouco conhecido no país. Escreve melhor do que a maioria dos escritores que anda por aí.Pra tirar a dúvida, leiam “Confissões de um anjo da guarda” (Bertrand Brasil), livro seu que é de um humor genial, com anjos que vão totalmente contra qualquer clichê de “esoteretes” imbecis que acreditam em suas existências objetivas. Na capa, um anjo é pego em flagrante. A humanidade divertida e dolorosa dos contos é uma coisa tremendamente viva e Trigueiro domina a língua lindamente. É preciso que todos o descubram.